Sobre nós

Possui como seu público alvo de atendimento, crianças e adolescentes na faixa-etária de 06 a 16 anos, e tem como meta o atendimento de 152 crianças e adolescentes.


Já, desde seu início firmou como sua missão, promover o ser humano a partir da infância em seu desenvolvimento integral, defendendo os direitos da criança e do adolescente, ajudando na construção de sua cidadania, promoção social e formação cristã; estendendo este trabalho às famílias e à comunidade.

Firmou-se, também, com os objetivos:

 Proporcionar formação integral das crianças e adolescente, promovendo-os como cidadãos conscientes, solidários e sujeitos de sua própria história;

 Apoiar e estimular seu desenvolvimento escolar, levando-os ao sucesso e conseqüentemente ao aumento de sua auto-estima;

 Promover a saúde física e mental das crianças e adolescentes;

 Resgatar a auto-estima e buscar momentos de entretenimento, assim como buscar alternativa para a sobrevivência.

No período de 1997 a 2001, o CEPA contou com a parceria da Visão Mundial, uma ONG Internacional. Período onde atendeu a 60 crianças na sede da Entidade e mais 360 em suas residências, distribuídas nos quatro bairros da região (Bernardo Monteiro, Bela Vista, Beatriz e Maria da Conceição). Com essa parceria, o CEPA pôde se organizar institucionalmente, adquirir equipamentos e divulgar o trabalho realizado, tornando-se mais conhecido em toda a região e reconhecido pelo poder público.

Dentre os resultados alcançados ressaltamos os seguintes:

 Atendimento de cerca de 1000 crianças e adolescentes;

 Aumento do rendimento escolar em 70%

 Diminuição da evasão escolar em 98%

 Apresentações culturais em espaços como Centros Culturais, Empresas;

 Boas colocações em prêmios como o Itaú-Unicef: em 1997, foi um dos três finalistas que concorreram, com outras 32 organizações brasileiras; em 2005 foi um dos 30 semifinalistas na edição do Prêmio na Regional de Belo Horizonte.

 Realização de oficinas (com as crianças e adolescentes) de desenho e pintura, reciclagem, artesanato, horta, criação de jogos, miçangas, futsal, vôlei, dança, ballet, teatro, música, jardinagem.

 Realização de cursos junto às famílias: miçangas, desenho em tecido, salgados, arranjos florais, pedrarias, bordados, bolos, velas ornamentais e sabão artesanal.

 Menção honrosa em 12 de junho de 2005, quando foi sede das comemorações do Dia Mundial de Luta Contra o Trabalho Infantil, quando teve visita do Secretário Especial dos Direitos Humanos, Ministro Nilmário Miranda;

 Selecionado e classificado como 1º Projeto em nível de qualidade técnica no Processo Seletivo do Chamamento Público Municipal de 2008 com o Projeto de informática “Teclando o Futuro”.

 Projetos apoiados pelo Instituto HSBC Solidariedade do Banco HSBC, Pelo FUNCRIANÇA da GERDAU Aços Longos, programa AI 6% da CEMIG e pelo Instituto Social Sotreq – ISSO.

Hoje em seu funcionamento normal, oferece à 132 crianças e adolescentes, oficinas de teatro, música, artesanato, vôlei, futebol, programas de formação humana, projeto de incentivo à leitura/letramento, projeto de informática Teclando o Futuro, horários de recreação, brinquedoteca, de estimulação de suas capacidades lógico-matemáticas, alimentação (café da manhã, almoço e jantar. À comunidade é oferecido atendimento odontológico por meio de parceria junto à Secretaria Municipal de Saúde de Contagem.

Todo este trabalho é realizado por meio de parcerias junto à Prefeitura Municipal de Contagem, Empresas Privadas, comerciantes, lojistas, comunidade e VZW CUNINA. Dentre as empresas parceiras têm-se a Gerdau Aços Longos, que contribui por meio do Fundo Pró-infância, CEMIG por meio do AI6% e IR que e o ISSO – Instituto Social Sotreq. Existem, também, grupos que contribuem por meio de contribuições pontuais como a BELGO e empresas de pequeno porte. O CEPA também mantém parceria com o VZW CUNINA, ONG Belga, através de sistema de apadrinhamento. Atualmente temos 55 apadrinhados.

No cenário das ações e políticas públicas o CEPA atua em Contagem de várias formas. Faz-se presente no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCAC, onde possui uma representante como Conselheira titular. Atua também no Fórum Permanente de Luta pelos Direitos da Criança e Adolescente de Contagem e no COMPETI onde, também, possui representantes.

Violação de direitos de crianças e adolescentes, o papel da família e do Conselho Tutelar.

Se você tem dúvidas quanto ao papel do Conselho Tutelar se ligue nesse vídeo.